segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Doçaria Portuguesa - Doces 2

6. Torta de Azeitão


Azeitão é uma vila, do outro lado do Rio Tejo de quem vem de Lisboa, para quem vai para Setubal, é conhecida principalmente pelas suas quintas cheias de Vinhas, vários produtores de vinho. Se este cantinho da península de Setúbal estiver no seu destino de viagem, não pode deixar de fazer uma paragem para experimentar a Torta de Azeitão.

E, como todo bom doce português, os ovos são  também a estrela desta receita. Mas ainda tem a canela, que dá um toque especial.
Na Vila Nogueira de Azeitão há algumas pastelarias e confeitarias especializadas neste doce.Aproveite para provar também os "Ssss de Azeitão” – umas bolachas durinhas boas para molhar no chá ou no café.


7. Tarte de Amêndoa


Aqui está um exemplo de tarte...


As pastelarias portuguesas costumam fazê-la em diversos sabores, como de chocolate, de maçã, de morango, de nata de limão… Mas, a que se destaca entre elas, na minha opinião, é a tarte de amêndoas, a minha preferida!
 

 8. Salame de Chocolate



Este é um doce tradicional de duas cozinhas que eu adoro e valorizo: a cozinha portuguesa e a italiana. Não é difícil encontrar o salame de chocolate por todo o país. E, olhe, ele tem os seus méritos. Eu Adorooooo!! 

Afinal, são poucos os doces de portugal feitos com chocolate (perto da infinidade que leva o ovos e amêndoas como principais ingredientes!..
Segredo? Não, nao tem. É chocolate, bolacha do tipo Maria, manteiga, açúcar e, claro, gemas. O resultado, eu garanto, vai fazer o seu café da tarde mais feliz!

9. Travesseiro de Sintra



Esse é um clássico que não pode ficar de fora do seu  roteiro gastronómico de Portugal. Se acha que visitar a romântica Vila de Sintra é só conhecer o Palácio da Pena, a Quinta da Regaleira, o Palácio Nacional ou Castelo dos Mouros engana-se! ;) 

Não comer o divinal Travesseiro de Sintra é uma pena! Acreditem!  Este doce é composto por uma massa folhada coberta com açúcar e recheada com creme de ovos e amêndoas. Tome nota: para esta experiência, inclua no seu roteiro a Piriquita, uma pastelaria com mais de 150 anos que fica no centro histórico.

10. Queijada de Sintra



Antes de deixar a vila de Sintra, atenção! O magnífico Travesseiro não é a única estrela da doçaria local. É também a Piriquita.

Conta a lenda que o Rei D. Carlos sugeriu que Amaro e Constância Gomes, casal fundador da Piriquita, fabricassem a queijada. Parece que D. Carlos estava certo. Mais de 150 depois, esse doce adoça a boca de turistas e nós os portugueses

domingo, 30 de outubro de 2016

Sao doces, são docinhos os nossos Bolinhos!

1. Pasteis de nata ou Pasteis de Belém




O pastel de nata é talvez o doce português mais conhecido é reconhecido pelos estrangeiros, e um dos mais consumidos pelos portugueses, sobretudo os lisboetas. E podemos encontrá-los em, praticamente, todas as pastelarias, doçarias, confeitarias e padarias do país. O acompanhamento perfeito é, sem dúvida, o cafezinho.
Uns chamam de Pastel de Nata outros se Pastel de Belém... Tal confusão acontece por conta da famosa receita produzida pela Pastelaria de Belém, a partir da criação original de um pasteleiro do Mosteiro dos Jerónimos. É somente aqui, na antiga confeitaria de Belém, fundada em 1837, que ele pode levar esse nome. Mas nos outros locais, são mesmo os pastéis de nata.
As duas experiências valem a pena, pois são tão bons mas tão bons que sempre me apetece comer um só – principalmente quando vou a Belém...




2. Bola de Berlim



Este bolo é Inspirado na famosa Berliner – um doce típico alemão -mas segundo minhas pesquisas a Bola de Berlim chegou a Portugal pelas mãos das famílias judaicas que fugiram da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial.

O que a difere da receita original é seu recheio: no lugar das frutas vermelhas, usa-se creme a base de ovos, o famoso creme de pasteleiro português.
Outra curiosidade engraçada é que a Bola de Berlim é muito popular e querida no verão português. Pelas praias, espalham-se vendedores com caixas vendendo o doce pelas areias, posso-vos dizer, eu este Verão que passou comi imensas! Com creme ovo, maçã e de chocolate, são todas uma delicia! ;)

3. Ovos Moles de Aveiro




Esse doce, tradicional de Aveiro (que fica a cerca de 75km do Porto), nada mais é do que uma simples massa composta por gema de ovo, açúcar e água, envolvida por uma película que se assemelha a hóstia. O Seu formato é maioritariamente inspirado, em temas marinhos, como animais e conchas.

O mais interessante dos Ovos Moles de Aveiro é que eles só podem ser produzidos lá (e tem até uma legislação própria). Tudo isso para evitar que a receita original seja perdida ao longo da história.

Deixo aqui uma sugestão: Comprem uma, duas, três caixas para comer durante a sua viagem a Portugal. Eles podem durar até 15 dias sem precisar de frigorífico.


4. Brisa do Liz




Bolo de Noz e Brisa do Liz (Leiria
)
Quando o doce de ovos e as amêndoas são misturadas por mãos habilidosas de confeiteiras e confeiteiros de Leiria, o resultado é um doce incrível: a Brisa do Liz.
A história conta que esta iguaria que é semelhante ao quindim brasileiro, nasceu no extinto Convento de Santana, em Leiria.


5. Pão de Ló




Em Portugal, há um tradicional pão de ló que tem o centro bem cremoso, como se não estivesse cozido por dentro, Mas, na verdade, esse é o exato segredo dele. Diz a lenda que, uma vez, uma pasteleira foi fazer o tal bolo para a corte e algo deu errado na receita, por estarem muito nervosos. O resultado foi o centro bem molhadinho. O que ninguém imaginava é que ele agradaria a todos e um Erro desses ganharia tanta fama! Eu prefiro este molhadinho ao simples!


sábado, 29 de outubro de 2016

Doçaria de Portugal

                    


Doçaria Portuguesa:

E o que é preciso experimentar!?


Eu Confesso prefiro salgados a doces! Mas Portugal tem muita variedade de Doces, e eu venho falar um pouco só de alguns doces, alguns...porque existem imensos!! ;) eu não conseguiria fazer uma lista com os melhores doces portugueses...pois a cada esquina deste pequeno grande país há padarias, pastelarias, doçarias e confeitarias com uma imensa (e maravilhosa) variedade de Doces! 
Desde que me conheço, já perdi a conta de quantos doces tradicionais e outros mais já provei. Mas, para o meu paladar, tive experiências inesquecíveis. Aqueles que usam a gema do ovo com açúcar como base então… Huuuuum! Esses eu Simplesmente Adoroooo! Assim como: ovos moles! adoroooo...
A doçaria portuguesa utiliza muito as Amêndoas, o chocolate e nozes também têm espaço. Mas, e por onde começar?!? Então,Pensando nisso, reuni alguns dos meus doces portugueses favoritos e que são ótimos anfitriões. Tome nota daqueles que mais lhe interessou para não deixar de experimentar. ;)

No próximo post vou falar-vos destes doces maravilhosos um a um...

Como por exemplo: Pastel de Nata, Bola de Berlim, Tarte de Amêndoa, Tortas de Azeitão, Salame, queijadinhas... Pão de Ló!





Doçaria de Portugal

                    


Doçaria Portuguesa:

E o que é preciso experimentar!?


Eu Confesso prefiro salgados a doces! Mas Portugal tem muita variedade de Doces, e eu venho falar um pouco só de alguns doces, alguns...porque existem imensos!! ;) eu não conseguiria fazer uma lista com os melhores doces portugueses...pois a cada esquina deste pequeno grande país há padarias, pastelarias, doçarias e confeitarias com uma imensa (e maravilhosa) variedade de Doces! 
Desde que me conheço, já perdi a conta de quantos doces tradicionais e outros mais já provei. Mas, para o meu paladar, tive experiências inesquecíveis. Aqueles que usam a gema do ovo com açúcar como base então… Huuuuum! Esses eu Simplesmente Adoroooo! Assim como: ovos moles! adoroooo...
A doçaria portuguesa utiliza muito as Amêndoas, o chocolate e nozes também têm espaço. Mas, e por onde começar?!? Então,Pensando nisso, reuni alguns dos meus doces portugueses favoritos e que são ótimos anfitriões. Tome nota daqueles que mais lhe interessou para não deixar de experimentar. ;)

No próximo post vou falar-vos destes doces maravilhosos um a um...

Como por exemplo: Pastel de Nata, Bola de Berlim, Tarte de Amêndoa, Tortas de Azeitão, Salame, queijadinhas... Pão de Ló!





sexta-feira, 28 de outubro de 2016

A cozinha tradicional portuguesa está entre as mais ricas e deliciosas do mundo.






Pastéis de bacalhau

Conheço um famoso ditado popular português que afirma que há mais receitas de bacalhau do que dias num ano... E eu NÃO DUVIDO! o bacalhau pode, por exemplo, ser desfiado juntamente com a batata formando uma espécie de bolinhos. Dourados e com uma camada exterior crocante e um interior suave, estes podem ser servidos como entrada ou prato principal acompanhados com arroz de Feijão!!!

Bacalhau à brás



O MEU PRATO PREFERIDO!!! :)
O uso de bacalhau na nossa culinária, dão origem a pratos de bacalhau que os torna  extremamente criativos. Por exemplo, se salteares bacalhau desfiado com cebola e batata palha e lhes adicionares azeitonas e salsa, o resultado chama-se bacalhau à Brás. Por ser tão saboroso e fácil de cozinhar, eu Adoro!!!

Francesinha

Uma sandes mais guarnecida, assim se reinventa a simples sandes de queijo e fiambre: triplicar a quantidade de queijo, adicionar várias camadas de enchidos, cobrir tudo com molho. Esta receita típica da cidade do Porto é uma versão do Croque Monsieur francês, o que parece justificar o seu nome fantástico sabor.

Cozido à portuguesa



Um cozido tradicional para amantes de carne, este prato inclui frango, carne de vaca, porco e vários enchidos de porco. Este festival de carne tem também alguns vegetais, como cenouras , couve e feijão.





Caldeirada de peixe

O uso de peixe e marisco na gastronomia portuguesa é no mínimo abundante, pois temos muitos quilómetros de costa o que é favorável! Põe-se tudo num tacho o peixe, batatas, cebola, pimentos, tomate, alho, azeite...e o resultado é uma caldeirada, um cozido de peixe com vários tipos de peixe e marisco, coberto de ervas aromáticas. O jantar ideal após um longo dia de praia.

Amêijoas à Bulhão Pato

Uma delicia e com uma cerveja bem fresca... Uma maravilha!Neste prato de ameijoas não é só o que está dentro das conchas que conta, mas também mergulhar pedaços de pão no molho divinal em que são preparadas, feito à base de azeite, coentros, alho vinho branco. Perfeito para petiscar, para uma tarde bem passada com amigos.

Sardinhas assadas



Uma fantástica combinação de peixe fresco e sabor fumado da grelha, estas sardinhas assadas  são mais um prato típico de Lisboa. Podem ser encontradas tanto em restaurantes como em bancas nas ruas durante as festas de Santo António que se realizam em Junho. Quer sejam servidas em cima de uma fatia de broa de milho, com uma salada de pimentos assados ou legumes cozidos, não esquecendo de cobrir com uma boa quantidade de azeite.



Arroz de Pato


(Sou suspeita, mas o da minha Mãe é o melhor!!!...)

Arroz este nada mais, nada menos que um  tipo de "risotto" de pato com uma cobertura estaladiça, coberto de fatias de chouriço. Antes de ir ao forno, o pato é cozido até estar tão tenro quanto possível, para ser suave quando chega à boca. ;) acompanhar Com um copo de vinho tinto, é garantidamente uma experiência do outro mundo.



quinta-feira, 27 de outubro de 2016

VÁRIAS razões para visitar PORTUGAL!!!

Razões para visitar Portugal:

1. As Praias 



Bem eu claro, falo em 1. Lugar das NOSSAS LINDAS PRAIAS!!!! Este lindo país à beira mar plantado tem cerca de 850 km de litoral, Portugal tem algumas das mais belas praias do MUNDO!! e acreditem, para mim tem mesmo praias lindíssimas...pois do Norte ao Algarve passando pelo Centro, Lisboa e Alentejo vai encontrar muitas mas muitas praias com uma beleza natural, onde poderá passar agradáveis momentos com a família, Passear, andar de barco, fazer pesca ou simplesmente aproveitar o final do dia e contemplar o por do sol...aproveitar as temperaturas, e nós temos verões privilegiados! 

2. A História
Portugal tem Muita história, Com oito séculos de história, e Portugal guarda muito bem os tesouros do seu passado. A sua longa história pode ser admirada nos castelos imponentes e espalhados de NORTE a SUL, palácios, mosteiros e catedrais. Durante a sua visita a Portugal, não perca Todos os sítios registados no Património Mundial pela UNESCO, alguns deles já referi em posts anteriores, como por exemplo em Évora...




3. A Gastronomia



Vamos falar de comidaaaa... Eu sou suspeita, mas para mim não há melhor gastronomia que a do meu país! A gastronomia portuguesa é muito diversificada e é uma das cozinhas mais ricas do mundo. Graças à proximidade do mar, Portugal oferece uma qualidade e frescura dos peixes e dos frutos do mar inigualável. Experimente o bacalhau e o peixe grelhado português, tenho a certeza que vai adorar! Embora a cozinha portuguesa seja fortemente influenciada pelo mar, irá encontrar suculentos pratos de carne, como o bife à portuguesa ou  a carne de porco à Alentejana, o Cozido à Portuguesa, e claro vários pratos de Bacalhau, também as Francesinhas, as migas e ensopados! 
Para acompanhar estes pratos, beba um bom vinho verde produzido no Minho e Douro, ou escolha um vinho tinto do Alentejo. Para terminar a refeição, experimente os pastéis de Belém com um café a acompanhar, são uma deliciaaaa.
4. A Cultura
Em Portugal, poderá descobrir o Fado, um género de música melancólica que canta a emoção desta famosa saudade daquele que partiu, os amores e as tristezas da vida quotidiana. Quando visitar Portugal, assista a um concerto de Fado, ficará surpreendido com a emoção que transmite. Poderá também descobrir os muitos festivais de música, tais como Festival Sudoeste, Nos Primavera Sound, Super Bock Super Rock, Festival de Música do Mundo e o Rock in Rio.



Encontrará também vários museus de Arte, museus que contam a história deste lindo País!
5. As Paisagens



Portugal tem uma grande diversidade de paisagens, dos miradouros de Lisboa aos horizontes selvagens do litoral e dos parques da Peneda-Gerês, Alvão, Serra da Estrela, tantas paisagens que o irão fascinar. Admire Portugal do topo das falésias, castelos e montanhas, olhe para todos os lados e desfrute da beleza que avista, acredite que são paisagens deslumbrantes e que marcam a quem as vê! Aproveite para tirar excelentes fotografias para mais tarde recordar...


Portugal é tudo isto e muito mais, irá descobrir um país maravilhoso e encantador, que eu acho muito Acolhedor, vai sentir isso desde o primeiro até o último segundo. Ao visitar Portugal também vai descobrir o saber receber do povo português, o seu sorriso, a sua disponibilidade, simplicidade e a alegria de viver, o que tornará a sua viagem numa grande experiência. 



Portugal tem muito para se ver, conhecer, amar e mais tarde sentir Saudades!






quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Cidades mais Bonitas de Portugal- 2.EVORA


ÉVORA  

Eu particularmente adoro Évora, já lá estive várias vezes, falo-vos um pouco desta Cidade! 



Praça principal de Evora 

Évora vindo de seu nome original Ebora aos Celtas e é uma das cidades históricas mais belas do mundo, eu Adoro!!! Os Romanos construíram o seu templo glorioso em honra do imperador Augusto e a nobreza portuguesa mandou erguer palácios imponentes, capelas, conventos, igrejas e a majestosa catedral gótica. Vestígios de diferentes épocas e civilizações mantêm-se praticamente intactos numa cidade onde as pessoas passeiam por ruas calcetadas ao seu estilo medieval. Amplas arcadas em redor das lindas praças, onde se encontram lojas de artesanato e modernas lojas de marcas, assim como restaurantes e pastelarias.


Templo Romano de Évora / Templo Diana

O templo romano de Évora, e conhecido como Templo de Diana, está localizado na cidade de Évora em Portugal, e faz parte do Centro Histórico da cidade, e que foi classificado como Património Mundial da  Unesco. O templo romano encontra-se classificado como Monumento Nacional. É um dos mais famosos marcos da cidade, e um símbolo da presença romana em território português.



Interior da Capela dos Ossos 

Interior da Capela dos Ossos

Entrada da Capela dos Ossos




Quando falamos em Évora vem normalmente à cabeça a Capela dos Ossos. Ou porque é assustadora ou simplesmente porque é um monumento como qualquer outro na cidade. Todos são espetaculares, não fosse Évora Património Mundial, mas uns… são mesmo mais fascinantes que outros, eu adoro Évora, e por isso já lá estive muitas vezes...
A Capela dos Ossos é um dos monumentos mais conhecidos de Évora, podemos dizer talvez o seu ex-libris, e fica situada na Praça 1º de maio.
Eu no Interior de uma das Salas na Capela dos Ossos

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Algumas Cidades mais bonitas de PORTUGAL- 1. TOMAR

TOMAR


Vou falar um pouco de Tomar, que apesar de lá ter estado apenas duas vezes, para mim é uma das Cidades mais bonitas de Portugal, e este ano tive o Privilégio de lá estar então pela segunda vez!

Segundo a Historia, Tomar é uma Cidade Templária, mas antes de o ser, o vale do rio Nabão, devido ao bom clima, solos férteis com bastante água, foram essenciais para a habitação desde o Neolítico. A 1 de Março de 1160 D.Gualdim Pais, mestre da Ordem do Templo em Portugal, inicia a construção do majestoso Castelo, o Convento de Cristo. Num estilo medieval e geométrico.
 
Convento de Cristo


Aqueduto de Pegoes
Para além de toda sua história, Tomar tem um pouco de tudo, arte, história, tradições, boa gastronomia, zonas de Lazer... Recomendo! 





O Aqueduto dos Pegões, foi construído com a finalidade de abastecer água ao Convento de Cristo em Tomar e tem cerca 6 km de extensão.
A sua construção foi iniciada em 1593 no reinado de Filipe 1 de Portugal e so foi concluída 21 anos depois em 1614 por Pedro Fernando de Torres.
O aqueduto tem 58 arcos de volta inteira, na sua parte mais elevada, sobre 16 arcos maiores apoiados em pilares. A sua altura em certa parte atinge os 30 metros. Nos extremos apresenta casas abobadadas, que têm no centro, uma larga pia destinada à Decantação  da água.




Igreja Santa Maria dos Olivais.Tomar



segunda-feira, 24 de outubro de 2016

CÓRDOBA-Porta de Almodovar

PORTA DE ALMODOVAR




Esta muralha de  Córdoba está super bem preservada, fazendo-o viajar no tempo com todos os seus jardins ao seu redor. Dela, sobraram três portas que levavam pra dentro da cidade, e a mais famosa é a Porta de Almodovar, do século XIV. Nela tem uma estátua do Seneca, o famoso filósofo romano que nasceu em Córdoba quando o mundo todo era «Roma». 


Bairro Judiaria








Como o nome já deixa a dica, este é o bairro onde só viviam judeus entre os séculos X e XV. Parte do centro histórico, foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO, é uma das regiões melhores de se andar pelas ruas, que apesar de serem estreitas, não existe a confusão típica das ruas das cidades... E nem se perde entre elas. Tem muitos cantos lindos que parecem uma obra de arte, uma Tela!
Cordoba foi conhecida como a Cidade das Três Culturas,  isto porque durante anos, judeus, cristãos e muçulmanos conviveram pacificamente, servindo como referência para o resto do mundo. É muito bom andarmos pela cidade e ver uma estátua de um judeu de um lado e na rua seguinte uma arquitetura muçulmana, e tudo da mesma época. Córdoba foi e continua a ser um exemplo de multiculturalidade e multietnia, um reflexo de toda a sua história de dois milenios, criada a partir de diversas civilizações, culturas, religiões e ideologias. Uma coisa bem incrível até hoje... 


PONTE ROMANA DE CÓRDOBA



Na minha opinião, podemos ver as vistas mais bonitas de Córdoba a partir da Ponte Romana, que atravessa o Guadalquivir e liga as duas margens da cidade há dois mil anos. A melhor altura do dia é o entardecer, quando as luzes da mesquita/catedral se iluminam e a cidade mostra-se em todo o seu esplendor. Vistas à parte, o passeio é muito agradável, havendo um passeio para bicicletas na margem norte e um passeio por debaixo da ponte na margem sul. Não percam a estátua do Arcanjo Rafael no meio da ponte!



A Ponte ao Entardecer...




CÓRDOBA-Espanha


O que ver em Córdoba?




Que cidade mais charmosa!

Cordoba. Uma cidadezinha no coração de Andalucia que sobrevive de um enorme acervo cultural com sua arquitetura impressionante e culinária extraordinária!
Córdoba já foi considerada a cidade maior e mais bonita do mundo. Havia mais de 800 mil mesquitas. A cidade tinha um sistema de iluminação pelas ruas, que foi conseguido cerca de 700 anos antes de ter sido instalado em Londres ou Paris. Actualmente existem inúmeras ruínas e monumentos que atestam a glória do passado.

Como chegar

A forma mais fácil de chegar a Córdoba para nós portugueses é de carro. Córdoba fica a cerca de 500km de Lisboa. Siga para Évora, Badajoz, Merida e depois, em direcção a Sevilha, cortando antes para Córdoba. É uma boa opção para um fim de semana prolongado, em que pode aproveitar também para visitar Mérida e Sevilha.





Um Pouco da SUA HISTORIA!

Quando no século VIII os árabes entraram na Andaluzia, iniciaram em Córdoba a construção duma cidade que rivalizasse com as grandes metrópoles do mundo árabe: Bagdad, Constantinopolis e cairo.
Iniciaram assim a construção de varias mesquitas e palácios. Entre estas mesquitas encontrava-se aquela que se viria a tornar numa referência em todo o mundo Islâmico da época. Inspirada na de Damasco, a mesquita sofreu varias ampliações até se tornar a enorme floresta de colunas e arcos vermelhos e bejes que os cristãos encontraram em 1236 aquando da reconquista cristã do califado da Andaluzia, que até aí tinha dominado quase toda a Península Ib

érica.
Uma parte desta obra prima, foi então destruída para dar lugar a uma catedral católica. Ouvi uma vez que um papa ou um bispo que veio depois das obras a Córdoba disse algo do género: “destruíste uma obra única no mundo para fazer aqui uma catedral como tantas outras”. Em parte teve razão, mas a mesquita-catedral de Córdoba é assim um edifico incomparável a qualquer outro no mundo, um exemplo da tolerância religiosa e da fusão de duas culturas diferentes.
Para além da Mesquita-Catedral, é também classificado pela UNESCO o centro histórico da cidade, incluindo a Sinagoga, o bairro da Judiaria, o Alcazar e a Ponte Romana.